Notícias

Carros: Tecnologia de Comunicação com Infraestrutura

Carros: Tecnologia de Comunicação com Infraestrutura

por ABLA NOTICIAS

Sistema V2I detecta sinais de trânsito e transmite alerta ao motorista.

Desenvolvido pela General Motors e pelo Departamento de Transportes de Michigan (EUA), empresas parceiras na criação de tecnologia de comunicação entre carros e infraestrutura, o sistema V2I, vehicle-to-infrastructure ou veículo para infraestrutura, detecta sinais de trânsito emitidos por dispositivos digitais, uma nova tecnologia que promete revolucionar a forma como os carros interagem com a cidade, em que o veículo alerta o motorista sobre condições de tráfego, mobilidade e segurança.

A ideia de “carros inteligentes” já não é tão nova, porém estamos em um momento que há um maior investimento por parte de montadoras em disponibilizar da tecnologia de comunicação de seus veículos. A proposta se dá pela interação de dispositivos entre os veículos e semáforos através da troca de informações sobre quando o sinal irá abrir ou fechar e se o automóvel deve reduzir ou não a velocidade.

Neste ano de 2017, a Audi foi a primeira a lançar modelos de carro que conectam com semáforos, disponível inicialmente nos modelos Audi A4 e Q7. A ferramenta, chamada de Traffic Lights Information (TLI), indica no painel a contagem regressiva para abrir ou fechar o sinal, sendo a primeira empresa a utilizar do sistema V2I.

Neste mês de Julho de 2017 outra montadora dispôs de tal sistema: a Cadillac, no lançamento do Sedã CTS. A empresa já havia lançado modelos que se utilizavam do sistema V2V, que nada mais é que a comunicação entre os automóveis para que, ao se conectarem um com o outro, tenham acesso a velocidade e mobilidade de cada um, evitando acidentes.

Com a tecnologia o Cadillac fornece, inclusive, alertas sobre possível violação de sinal vermelho, evitando freadas repentinas ou aceleração perigosa. Porém, para garantir a privacidade dos motoristas, mesmo em caso de violação, o sistema não transmite informações de identificação do automóvel, como o número do chassi.

Como funciona o sistema V2I

Para a conexão dos carros com os semáforos, os centros de gestão de tráfego da cidade transmitem os dados de luzes de tráfego para a Traffic Technology Services (TTS), que automaticamente envia em tempo real a informação ao motorista do carro em questão, por meio da internet. Ao selecionar no painel a opção “Informação de Luzes de Tráfego V2I” e escolher “Tempo para Verde”, por exemplo, o motorista pode receber informações de quanto tempo precisa para alcançar o sinal ainda aberto, se por acaso o motorista perceber que não será possível, pode tirar o pé do acelerador e tranquilizar-se.

Após a realização de teste pela Audi, observou-se que o recurso trouxe grandes resultados, como a redução de frenagens em 20% e, em função disso, uma economia de 15% no combustível.

Infraestrutura

A tecnologia ainda não chegou ao Brasil, mas a novidade é bem vinda para um passo significativo em direção à condução autônoma. O próximo passo é fazer com que os veículos se comuniquem com diversas outras estruturas, como pedágios, estacionamentos, entre outros; sendo todos esses sistemas de conexão promotores do termo “Cidade Inteligente”, ou Smart City, em inglês. E por fim, quando as ruas estiverem tomadas por automóveis que utilizam do sistema V2I, haverá uma troca instensa de informações, isso facilitará que as centrais administrem o trânsito com mais precisão, evitando congestionamentos.

Fonte: SIGMA BLOG