Pernambuco prevê recuperação no pós-pandemia

por Ricardo Nogueira

No nosso estado, o setor de locação de veículos já vem mostrando uma boa recuperação, principalmente no que se refere ao aluguel de longa duração para pessoas jurídicas – a chamada terceirização de frotas – em relação às perdas verificadas entre os meses de abril, maio e junho.

No início da pandemia, o cenário em Pernambuco foi o mesmo do país: as locadoras tiveram que se reencontrar e se adaptar muito rapidamente ao novo cenário. A retomada, no entanto, vem acontecendo aos poucos, por meio do aumento na demanda em termos de consultas de preços, pedidos de propostas e fechamento efetivo de novos negócios, preenchendo pouco a pouco a lacuna verificada no primeiro semestre.

Sobre tais perspectivas da atividade em Pernambuco, cremos, portanto, na sequência dessa recuperação, sem abrir mão da segurança. De acordo com o nosso Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos, com informações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ao final de 2019 nós tínhamos aqui 469 locadoras, que emplacaram 6.268 automóveis e comerciais leves, resultando numa frota total de 16.125 veículos e 4.871 empregos diretos no nosso estado.

Nesse contexto, é importante notar que o perfil dos clientes das locadoras também está passando por mudanças. Nosso setor começou a ter novas demandas, seja de empresas que se desfizeram de suas frotas e agora querem alugar, seja por parte de pessoas físicas vendendo seus carros por conta da crise. Outros usuários que se encaixam nesse novo mercado da locação são aqueles que estão migrando para os aplicativos de transporte ou mesmo aqueles que estão alugando diretamente os veículos, no sentido de evitar aglomerações nos meios de transportes públicos.

Vale dizer que aqui as locadoras do estado também estão higienizando os carros de maneira constante e fornecendo materiais de higienização, como álcool em gel e máscaras descartáveis para a proteção e conscientização dos colaboradores e clientes. Esse é o caminho. (29/09/20)

*Ricardo Nogueira é diretor regional da ABLA em Pernambuco