Notícias

Após 26 meses, setor automotivo volta a registrar crescimento nas vendas!

Após 26 meses, setor automotivo volta a registrar crescimento nas vendas!

por ABLA NOTICIAS

Com melhora na oferta de crédito; as locadoras de veículos indo “as compras” e uma sutil melhora no índice de confiança do consumidor, o setor após 26 meses voltou a crescer!

Após um longuíssimo e tenebroso inverno – que durou 26 meses – as vendas de carros apresentaram crescimento pela primeira vez. No primeiro mês útil deste ano (afinal de contas, o Brasil só começa a valer depois do carnaval), o mercado registrou quase 184 mil carros vendidos!

Tivemos crescimento de 6,1% sobre o mesmo período do ano passado, que foi de 173,3 mil carros vendidos.

Se compararmos com o volume do mês passado (132,4 mil carros), o crescimento foi de 39%.

O grande ponto aqui é que paramos de sangrar! Na verdade – bem na real – o setor já não tinha mais sangue para perder. Nós estávamos em uma trajetória de 26 quedas consecutivas em vendas de carros:

tab
Existem alguns sinalizadores positivos:

A concessão de crédito está aumentando. No primeiro bimestre deste ano, ela cresceu 13,3%. A taxa de juros caiu 6% em relação ao mesmo período do ano passado. E os prazos estão 2,3% maiores. Indo lá no Focus, o mercado planeja uma Selic em 8,8% a.a., o que indica uma possível melhora para o pessoal tomar crédito e comprar carro.

Além disso, o índice de confiança do consumidor melhorou bastante neste último mês.

Chegou a hora de tirar o Champagne da geladeira e comemorar?

Ainda não…

O que aprendemos é que devemos ser muito mais cautelosos. Lembremos que, há 1 ano atrás: A Dilma era presidente; o Haddad era prefeito de SP e o Dunga era o técnico do Brasil.

O mercado parou de sangrar, mas no acumulado do ano ainda registramos queda nas vendas. Neste primeiro trimestre, temos 459,7 mil carros vendidos contra 465 mil sob igual período do ano passado (queda de 1,14%).

O que está crescendo, como já dissemos, são as vendas de SUVs; Picapes Grandes e Picapes Pequenas.

pic

O número deste mês é ótimo e serve para dar um ânimo para a galera.

Mas (sempre existe um “mas”) a situação não é tão boa assim.

A primeira pergunta que fazemos é: Quem está comprando os carros? E, amiguinhos…. não é você, nem eu ou as chamadas “pessoas físicas”. O que registramos foi um crescente nas compras feitas pela PJ (o chamando faturamento direto pelas montadoras).

Como falamos, a vendas cresceram 6,1%. Mas as vendas diretas das montadoras tiveram crescimento de 35,8%. Já as vendas feitas pelas concessionárias, tiveram retração de 5,3%.

Para vocês terem uma noção do absurdo das coisas, teve marca (que já foi líder de vendas, “capisce??”) que vendeu mais de 60% dos seus carros para os PJ.

O que percebemos é que as locadoras de veículos foram às compras neste mês.

O nosso receio é que este desempenho nas vendas – deste mês – seja um resultado artificial…. que não se sustente ao longo do ano.

CURTAS:

A Hyundai, com o lançamento do Creta, vendeu horrores! A marca registrou 18,6 mil carros vendidos – melhor resultado dos últimos 15 meses e voltou para a quarta posição no ranking de vendas

SUV é a bola da Vez! A Nissan com o seu Kicks e a Jeep com o seu Compass, registraram crescimento de 73%. Elas aumentaram o seu Share em 45% neste trimestre.

A Honda com o seu recém-nascido WRV, cravou 12 mil carros vendidos, melhor resultado desde dezembro de 2015. E olha que o veículo ainda “não chegou direito”. A Renault – que com a ajuda das locadoras – tinha roubado a sétima posição dela, vai perdê-la daqui a pouco.

Caminhões com 9,67 mil veículos vendidos e ônibus com 2,52 mil registram perdas de 25% no trimestre. Esse é o pior resultado desde 1994! Você tem ideia?? A gente ainda era só tricampeão mundial!!!

Motos também estão na “nhaca”. Tivemos 211 mil motos vendidas contra 286 mil do trimestre anterior. Queda de 26%. Pior resultado deste 2003 – Pelo menos aqui, a gente já era pentacampeão!

Fonte: InfoMoney